19 Mulheres famosas que saíram do armário em 2017!

Siga o blog no Instagram e no Twitter!

Em 2017 muitos armários foram abertos, e muitos deles foram abertos por mulheres famosas, que foram fortes, enfrentaram o preconceito da mídia e das grandes massas e levantaram suas vozes para dar voz a outras mulheres com menos ou nenhuma visibilidade.

Vamos listar quem foram elas!

Fernanda Gentil


“Estou só exercendo meu direito de ser muito, muito feliz. Tenho apenas um recado, e é para os meus filhos, que mais cedo ou mais tarde podem ler ou ouvir tudo por aí: Lembrem de não se importarem com tudo o que dizem sobre nossa vida – o que vale é o que a mamãe fala com vocês em casa, olhando nos seus olhos. Não é o que vestimos que muda quem somos, e sim o que fazemos. Lembrem também, sempre, do nosso amor, que não tem cor, sexo ou raça. Amo vocês.”

 

Sarah Paulson

“O que posso dizer absolutamente é que estou apaixonada, e acontece de a pessoa ser a Holland Taylor.”

 

Holland Taylor

“Eu não saí do armário porque estou fora dele. Eu vivo fora dele. Esse relacionamento é a coisa mais extraordinária que poderia ter acontecido na minha vida.”

 

Alia Shawkat

“Agora me considero bissexual, e acho que equilibrar minhas energias masculina e feminina tem contribuído muito para minha evolução como atriz.”

 

Ana Brnabic

“A Sérvia está mudando e mudando rápido, e se me permitir, eu sou parte dessa mudança, mas não quero ser categorizada como ‘A primeira-ministra gay’. A mensagem que precisamos transmitir é sobre competência, profissionalismo e confiança.”

 

Etta Ng Chok Lam

“Especialmente como lésbica numa sociedade culturalmente sensível eu estaria fazendo um favor a minha família se me mantivesse escondida, em silêncio, sentada e me comportando como fui instruída durante toda a minha vida. Mas aí você apareceu e provou que eu estava errada. Eu mereço ser feliz, amar e ser amada.” (em publicação para a namorada)

 

Karina Barros

“As pessoas não têm a menor ideia do que falam. Não vou dizer que deveriam experimentar porque não posso obrigá-las, mas posso dizer que homem não faz falta nenhuma.”

 

Letícia Lima

“Acho que as coisas são mais naturais do que parecem quando estão na mídia. Brinco que não estava no armário, estava numa festa no closet, aberta, livre. Não nenhum tipo de encanação.”

 

Kristen Stewart

“Pois é Donald Trump… Uau, eu sou tão gay!”

 

Rutina Wesley

“Pensar demais é a maior causa para infelicidade. Mantenha-se ocupada. Mantenha sua mente longe de coisas que não te ajudam. Pense positivo.”

Leia também:  Conselho da United Nations adota resolução para "proteger a família".

 

Elizabeth Gilbert

“Minha posição atual é a seguinte: Rayya e eu estamos juntas. Eu a amo, e ela me ama. Estou trilhando essa jornada contra o câncer ao lado dela, não apenas como amiga, mas como companheira. Estou exatamente onde preciso estar – o único lugar onde posso estar.”

 

Jennifer Knapp

“Ao voltar para a música e sair do armário, tive a chance de participar de um movimento para acabar com discursos de ódio religiosos que endossam discriminação, marginalização e julgamento contra pessoas LGBT e seus aliados.”

 

Graça Fonseca

“E se as pessoas perceberem que há um seu semelhante, que não odeiam, que é homossexual, isso pode fazer que a forma como olham para isso seja por um lado menos não querer saber se essas pessoas são perseguidas, por outro lado até defender que assim não seja.”

 

Shannon Purser

“Eu não costumo fazer isso, mas percebi que é uma boa hora para um papo pessoal. Recentemente me assumi bissexual para minha família e amigos. É algo que ainda estou processando e tentando entender e não quero falar muito sobre ainda.”

 

Natalie Morales

“Não gosto de rotular a mim, e nem a ninguém, mas se assim fica mais fácil de vocês me compreenderem, o que posso dizer é que sou queer.”

 

Amandla Stenberg

“É muito muito muito difícil ser silenciada e machuca profundamente lutar contra sua identidade e se moldar a formas que não são as suas. Sendo alguém que se identifica como mulher negra e bissexual, passei por isso, e dói, e é estranho e desconfortável… Mas percebi por causa de Solange Knowles e Ava DuVernay e Willow, e todas as mulheres negras assistindo isso agora, que não há absolutamente nada que preciso mudar.”

 

Diora Baird

“Levei anos para aceitar quem eu realmente sou. Tentei ser o que esperavam de mim, mas cheguei ao ponto em que não quero me esconder mais. Em todos os meus relacionamentos com homens, eu sabia que algo estava faltando e agora finalmente entender o que era.”

 

Sue Bird

“Eu sou gay, Megan é minha namorada… Não são segredos para pessoas que me conhecem de verdade. Eu não sinto como se não estivesse vivendo minha vida. Acho que as pessoas assumem que se você não está falando sobre isso, então deve estar escondendo como um segredo. Não é o meu caso.”

 

Katie Sowers

“Não importa o que você faça da sua vida, uma das coisas mais importantes é apenas ser verdadeira com quem você realmente é.”

 

Written by Bianka Carbonieri
Insta: @bsapatomica | 26 anos, taurina, mora em São Paulo. Workaholic assumida, estudante de Psicologia, é viciada em café e lasagna.