Este signo e as mulheres de sagitário desde sempre foram um grande mistério para mim. Tenho uma madrinha querida de sagitário e algumas amigas inseparáveis e insubstituíveis do signo em questão. Mas a historinha de puxar o saco para por  aqui. Sempre adorei a companhia delas, para sair, ir para balada, barzinho, forró e micareta (carnaval né), mas quando era para paquerar uma sagitariana ou até mesmo namorar, eu corria fugida a galope para as montanhas. No máximo, rolava uns beijos e pronto. Nada mais sério. Na minha visão, sagitarianas sempre eram muito idealistas e expansivas, e muitas são dadas a exageros, principalmente quanto à comida. Grande parte das meninas luta para manter o peso em dia, ou já tiveram problemas ou terão. Olha eu de novo de mãe Diná. #RisadaMaléfica. Eu adoro sentar confortavelmente, seja num bar ou na minha casa ou na casa da amiga sagitariana mais próxima, e discutir questões filosóficas sobre tudo que pudermos conversar. Essas meninas são do tipo que se tem paixão por um assunto, elas nunca se cansam de falar e de defender sua causa. Podem sempre falar de maneira única e nada é como você ouviu da primeira vez; e, pra mim, isso numa conversa é extremamente estimulante. Fora que elas são extremamente brincalhonas e divertidas, do tipo que poderiam ter seu próprio talkshow, as mais talentosas.

Lindas, cheirosas, formosas, inteligentes e com toda a vivacidade do mundo, tudo que elas não conseguem é contar uma mentira, na verdade, são péssimas nisso. Essas garotas podem competir pela mais hiperativa do zodíaco, juntamente com librianas e geminianas, já que elas podem ter literalmente uma bateria colada nas costas. Você quer ver a morte para uma sagitariana? Jogue ela numa jaula, (chamada er…casamento…brinkz), e faça ela acordar todos os dias e fazer as mesmas coisas incansavelmente. Você verá essa lindinha arrancando os cabelos do nariz com pinça, só pra ter uma emoção diferente. A maioria que conheço não tem rotina, e presa profissões com horário flexível, e até aquelas com profissões com fixos horários de rotina dão uma leve adaptada um dia aqui e outro ali. Pois é, queridas leitoras, essa necessidade de escape, ou de dar uma respirada, existe e talvez por isso elas sejam muito incompreendidas no quesito responsabilidade. Elas podem ser vistas como irresponsáveis por não se encaixarem nos padrões usuais desse mundo de meu deus. Falar em prazo e deadline para elas é como se elas nem tivessem ouvido falar ou não estivesse no contrato. A maioria é alérgica a compromissos, mas existem motivos e eu juro que não vou culpar o famoso medo/risco de até o relacionamento cair na rotina. Donas de um temperamento explosivo, nunca vi uma sagitariana levando desaforo para casa. Mas da mesma maneira que elas explodem e dizem aquilo que lhe derem na telha naquela hora, elas esquecem e agem dali por diante com você sem rancores ou maiores sofrimentos.

Donas sagitarianas são regidas pelo planeta Júpiter ou Zeus, o cara que mandava no Olímpio, que tinha como arma o raio e o trovão,  e grandes são sua ira e suas paixões, mas esse planeta também é o da expansão, da jovialidade e da alegria. E tai algo que toda sagitariana que eu conheço é: alegre, feliz e bem expansiva, do tipo de fazer amigo nissin-miojo (em menos de 3 minutos). Sagitário tem como símbolo aquele arqueiro meio homem meio cavalo e, se vocês lembrarem de Mitologia (Percy Jackson) era o centauro responsável pela educação dos semideuses. E a simbologia referente ao centauro representa a tentativa sagitariana de se livrar da natureza animalesca do homem. E também é visto como o símbolo do desenvolvimento da alma humana. Representam a natureza animal e os desejos das pessoas, como também suas aspirações espirituais. De acordo com a mitologia grega, os centauros eram aventurosos, bravos e sábios, mas eles também tinham um comportamento explosivo e não civilizado. Já o arqueiro/a é bem proativa, é uma figura de uma flecha num arco, e ele simboliza a liberdade de escolha (de direção da flecha), um propósito maior e abundância. Bonito isso não é? Pois é, quando você entra em contato com as mais sortudas do zodíaco, sim são vocês mesmas, as sagitarianas, parece que tudo pode dar certo e suas amigas sagitarianas podem até vir com a roupinha de fada madrinha. Vai que, né?

Quando eu penso em descrever as principais características, depois da expansividade e da bundinha virada para a lua, vem a ansiedade. Sim, a maioria das sagitarianas que conheço, não importa o ascendente, são ansiosas. Algumas barram isso com ginástica, reza braba e até mesmo psicólogos. Se eu já falei aqui da língua felina das geminianas, no seu oposto, sagitário, acredito ser bem pior. Elas não têm nenhum filtro, falam tudo na lata, com ou sem provocação. Aqui a sinceridade age como pior defeito, sempre. Algumas delas gostam até de começar uma briguinha ali do nada, outras preferem não entrar por saber o estrago que podem causar.

Otimista e comediante de marca maior, a sagitariana anda sempre por aí, na esperança e na crença de um mundo melhor. Também costuma falar bastante! Quando vou para festas com amigas sagitarianas dou muita risada. Costumam ter bastante energia, por isso adoram esportes, de dança, qualquer tipo de ginástica aos mais radicais, porém preferem uma prática mais individualista, como pude perceber. A maioria das meninas também costuma ser beemmm desastradas, por isso que insisto mais uma vez, a energia precisa ser canalizada, por isso até tai chi chuan está valendo.

Outro mito bem verdadeiro: sagitarianas amam/são viajar! É bem provável que elas exerçam alguma profissão voltada ao turismo, relações internacionais ou independente da área possuam um cargo na qual possam viajar constantemente. Praticamente em qualquer lugar que apareça sagitário em um mapa é indicativo de viagens, principalmente se você, querida leitora, se apaixona por uma sagitariana. Para estas queridas mortais, peço que ascendam uma vela, e pensem num bem maior, uma energia cósmica divina, enfim… porque você que queira fisgar e MANTER uma sagitariana, terá que produzir uma paciência monstra, cagar força de vontade e não desistir na primeira escapada da nossa querida. As sagitarianas tendem a possuir muitos amigos, muitos contados, afinal, sempre podem ter algum amigo que garanta aquele VIP para aquela festa do momento. Trabalhos como promoters e hostess de festas também tem um certo appeal para nossas queridonas.

Leia também:  Ministério da Saúde manda tirar do site vídeo com cena homossexual.

E para finalizar os mitos do signo, a liberdade é algo realmente marcante em uma sagitariana; elas de-tes-tam se sentir presas, amarradas, ou estagnadas num lugar, ou com uma pessoa. Para quem quiser ganhar uma sagitariana, deixá-la livre para fazer escolhas de sair sozinha ou acompanhada, com você ou com a turma inteira (- você), é super importante. Mesmo que você a encontre lá POR ACASO, viu! Porque, além de tudo, elas super sabem identificar quando as pessoas estão mentindo. Por amarem liberdade, e pensarem muito se devem ou não se mudar no 13º encontro, elas geralmente demoram para se casarem, juntarem, e assinar a união estável de bens. Antes de se fixar em alguém, ou até mesmo aquietar, elas devem ter namorado, paquerado e aprontado muito. As histórias de conquistas na balada ou fora dela são as melhores de se ouvir numa rodinha de amigos, seja no bar ou na casa dela, em qualquer comemoração que ela invente fazer. A sagitariana quando se propõem sair para caçar ela pode ficar com mais de 5 meninas numa mesma noite. Ou se elas já estiverem fisgadas, ou com um leve interesse em alguém, elas podem ir para a balada e ficarem conversando com a pessoa amada pelo celular, se a balada não estiver muito interessante. Porque se estiver, minha amiga, ela vai se divertir, seja com você ou sem você ao lado.

Para se conquistar uma sagitariana, ignore suas investidas, não bajule demais e nem corra atrás, ela no mínimo ficará com uma pulga atrás da orelha. Mas depois que você chamar a atenção dela, aí que as coisas mudam. Se você tiver um cachorro, de qualquer raça, ganha pontos. Se inventarem um outro nome para o “namoro” de vocês pode ser considerada a ganhadora do coração dela, já que a grande maioria possui traumas de infância ou recentes sobre o conceito de relacionamento formal, especialmente denominações como namoro, casamento, e até mesmo relacionamento que é um termo mais genérico. Criem, inventem uma historinha, floreiem sobre o tema e vocês só sairão ganhando. E voltando ao quesito liberdade e espaço, elas realmente precisam disso. Na verdade, a maioria dos relacionamentos precisa de um espaço para respirar e se reconectar com a parte individual de cada uma, mas com sagitarianas elas precisam se sentir livres para que possam escolher estar com você. Talvez elas procurem mais segurança num relacionamento, talvez elas queiram que todos os dias sejam grandes festas de ano novo, tudo vai caber a você, queridinha enfeitiçada pelo charme da sagitariana, ler, interpretar e agir sobre as pistas que elas deixam no caminho. Caso elas aceitem embarcar numa união estável com papel passado e tudo mais, sugiro que vocês morem em casas diferentes, ou que tenham algum refúgio, em que uma ou outra possa se conectar e reestabelecer as energias, sejam separadas ou não.

Ah, e outra coisinha, o fantasma da rotina aqui é mais constante do que se imagina, portanto proponha coisas novas e diferentes com ela, algo que as faça ver, que a mesmice de qualquer relacionamento possa ser dissipada com pequenos gestos e principalmente ser inovada, de tempos em tempos, por você. Dependendo das suas raízes familiares, as sagitarianas tendem a não se prender muito a família, na melhor das opções podem se mudar de cidade, estado ou país com uma facilidade enorme. Essas meninas possuem um profundo senso espiritual/religioso, mas não esperem que elas sejam católicas ferrenhas ou adventistas do 7º dia. Elas podem até passear de religião para religião, serem budistas ou praticarem yôga, mas o senso de que tudo está resolvido – seja por destino ou por alguma outra força – elas possuem. Para mim, uma das principais razões de amigas sagitarianas aparecerem na minha vida é para ensinar a leveza que um riso provoca e o otimismo que elas trazem. E minha madrinha, também sagitariana, sempre me mostra que devo ter fé (mesmo que seja em qualquer coisa, mas principalmente em mim mesma) e esperança onde quer que você vá. Então, meninas, esta é a minha mensagem para vocês: por mais que o caminho escureça e você se encontre numa fase não muito ideal na sua vida, tenha fé e esperança e uma amiga sagitariana por perto, para poder de guiar para longe do seu mar de dúvidas.

 

**************************************************************************

Pois é, sagitarianas, espero ter sido fiel e ter descrito, falado, comentado, explanado a grande maioria das suas características. As mais expansivas ou indignadas podem fazer uma observação branda do que faltou e eu não falei neste e-mail: chandra@sapatomica.com, mas como sempre olho mais o Twitter (@chandarela), fiquem à vontade para me adicionar, adoro fazer amigos nissin miojo. Críticas e elogios à parte, sempre respondo assim que posso o ask.fm sobre perguntas sobre signos, J. E agora capricornianas finalmente chegou a vez de vocês. Espero não ser muito dura, é um signo que eu adoro- para amizades, vou deixar claro-, mas já comi muito pão que capricornianas amassaram. Em breve, vocês terão o que ler e o que castigar para a minha autocrítica funcionar. Beijos e até o próximo artigo.

 

[hr]

Written by Chandra
Chandra - tem 30 anos, nasceu me Recife, mas agora mora em São Paulo. Canceriana bem leonina, adora elogios, passeios a beira mar e é viciada em esportes radicais.