“Acho que você quer um drink, né? Eu quero. Vamo.”

E foi assim que acabou o episódio mais recente da RED, uma websérie nacional incríveeeel que conta a história de duas atrizes: Mel (Luciana Bollina) e Liz (Ana Paula Lima). Elas estão trabalhando juntas, gravando a história de duas mulheres que se conhecem porque uma é a prostituta e a outra é a esposa do cara, que a contratou pra contar tudo que eles fazem juntos e pegar ele no pulo da traição. E no roteiro que as duas estão trabalhando juntas, uma delas é apaixonada pela outra.

Acontece que na vida real a história é bem parecida. Uma delas está se envolvendo emocionalmente com a outra, mas ainda não contou, nem admitiu pra ninguém.

No desenrolar dos 5 episódios disponíveis, é possível perceber a mega tensão sexual entre as duas. O tempo inteiro estão interessadas uma na outra e querendo se beijar, mas a lésbica assumida sabe que a outra é casada com um cara, portanto, não tenta nada mais direto (e essa história a gente conhece bem haha).

Com um estética incrível, uma fotografia bem warm, de causar inveja em muitas outras webséries por aí, a primeira temporada ainda está em produção e pode ser assistida completa e gratuitamente pelo canal RED no Vimeo. Criada por Viv Schiller and Germana Belo, cada episódio tem uns 8 minutos, então é bem rapidinho e uma delícia de assistir.

E equipe da RED entrou em contato com a gente pelo Twitter divulgando e, confesso, logo de início não imaginei que me surpreenderia tanto com a websérie, mas ela realmente me impressionou muito e agora fico ansiosíssima pra cada episódio ser lançado. Toda vez que sai um teaser, fico roendo as unhas pensando “ai caramba e agora?” O mais legal é que esse é um projeto inédito no Brasil. Já assisti muitos curtas e até projetos de webséries parecidas, mas nunca uma que realmente fosse colocada em prática e, poxa, tão bem assim! Vai que vai, Brasil!

Leia também:  Espetáculo com temática gay investiga universo masculino.

Eu já fiquei apaixonadíssima pela história e, principalmente, pelos diálogos que são incríveis! Cheios de linhas de efeito. Mas acho que fiquei mais apaixonada ainda pela atriz Ana Paula Lima, que faz a lésbica assumida. Gente, que mulher é aquela? Socorro hahahaha! Mas além de lindíssimas, ambas são muito talentosas. A gente percebe porque nos diálogos a conversa é uma, mas entre olhares e linguagem corporal, a conversa é outra. E é isso que deixa RED mais interessante.

E você também pode ajudar o projeto a continuar sendo produzido doando dilmas pelo Kickante.

Se tem algo que eu indico nesse momento pra todas as leitoras que são viciadas em filmes e séries, com certeza é: assistam!

RED – Teaser EP 1 from RED Webseries – Brasil on Vimeo.

 

Written by Bianka Carbonieri
Insta: @bsapatomica | 26 anos, taurina, mora em São Paulo. Workaholic assumida, estudante e Psicologia, é viciada em café e lasagna.