LGBT só se ferra, né? Até na hora de viajar, a gente tem que ficar cheio de dos pra escolher o destino, tomar cuidado pra não cair em um hotel roubada que vai te expulsar se você der pinta, pesquisar antes pra saber em qual restaurante pode comer com a namorada…

Fazer essa pesquisa toda ficaria bem mais fácil se tivéssemos consultores LGBT pra nos ajudar.

Foi dessa ideia que nasceu o Viajay! Um projeto feito por gays, para gays, que indica os melhores lugares e roteiros e oferece atendimento personalizado pra te ajudar a conhecer novos lugares, novas pessoas e curtir a vida por aí com menos dor de cabeça e mais amor.

destaque

Poderia ser um ad, mas não é. Eu realmente achei o projeto foda!

O público turista LGBT gasta 30% a mais que turistas heterossexuais no mundo, então é uma questão que precisa ser discutido, porque muitas vezes nos vemos dando dinheiro e fortalecendo culturas que não nos aceitam. Vamos lá pro tal país, giramos a economia deles e depois levamos um belo de um pé na bunda. Portanto, viajar consciente, viajar para lugares que nos aceitam, que nos querem bem, que tem governos que trabalham por nós, é o melhor que temos a fazer.

“O Universo LGBT deve sair da cena ‘underground’ e se mostrar ao mundo!”, é o que diz Fernando Sandes, criador do Viajay.

Screen Shot 2016-04-21 at 8.34.45 PM

Screen Shot 2016-04-21 at 8.34.29 PM

Além de roteiros completos para serem consultados, eles também atualizam o site sempre com noticias sobre turismo LGBT ao redor do mundo, dão dicas de baladas e você pode se juntar ao clube, para receber informações sobre descontos, eventos e promoções no e-mail (de graça).

Leia também:  Espanhóis lêem mensagens homofóbicas a casal gay estrangeiro.

Eu comecei a consultar os caras desde já para as minhas próximas viagens!

Fica a dica aí pra vocês também.

Written by Bianka Carbonieri
Autora do Sapatômica - 25 anos, taurina, mora em São Paulo. Workaholic assumida, estudante e Psicologia. Ítalo-brasileira, é viciada em café e lasagna.