Ela é gata, legal pra caramba, sexy, divertida, uma ótima companhia, e você de repente olhou pra ela com segundas intenções. A velha história da amiga hetero que teve um crush na amiga lésbica!

Eu entendo. Nós somos irresistíveis mesmo. ;P

Sentir atração por uma pessoa do mesmo sexo é algo que deve ser conversas e discutido, afinal, você pode estar apenas passando por um momento de descoberta e experiências, como também pode ser de fato o que parece ser. Então se você estiver vivendo essa situação, aqui estão algumas coisas que você precisa saber:

.

Ela pode não se sentir atraída por vocês (e tudo bem).

A primeira coisa que acontece quando a gente sai do armário pra amigas heteros é elas começarem a pensar que você se sente atraída por elas, como se o simples fato de você gostar de mulheres significasse que você gosta de TODAS as mulheres. Ham… não.

Eu já estive na situação de uma hetero querer ficar comigo, ela veio e me agarrou como se eu não tivesse dona (que, no caso, sou eu mesma) e eu recusei. A cara de interrogação que ela fez foi pior que a cara que eu fazia nas aulas de Física na escola quando não entendia nada.

“Mas… Você não é lésbica?”
Sou sim, linda. Mas, no caso, eu também tenho sentimentos, preferências e libido seletiva.

Prepare-se, hetero. Não é porque ela é lésbica que necessariamente ela vai te corresponder. Talvez você não faça o tipo dela. Talvez você seja pra ela como aquele seu amigão de infância é pra você.

 

Talvez ela não queira ser sua “primeira”.

É uma situação MUITO delicada e às vezes até esquisita ser a primeira mulher que fulana beija na vida. Quando uma hetero fica a fim da gente e já vem querendo de cara experimentar e se jogar, existe uma linha tênue entre nos sentirmos sortudas e ratinhos de laboratório.

Às vezes ela já é a fim de você… Às vezes ela costuma se apegar fácil demais… Às vezes ela não quer correr o risco de estragar a amizade… Muitos motivos podem existir pra que sua amiga lésbica não queira ser sua “primeira”, sua “aventura”, seu “teste”. E você vai ter que respeitar isso.

Já sofremos demais sendo ignoradas o tempo todo pra chegar alguém e brincar assim com a nossa sexualidade e nossos sentimentos como se fôssemos um cupom de desconto pra pular de paraquedas e ver qualé.

Leia também:  Vlog: 'Depilação Íntima com o Sapatômica!', no Mais Magenta!

 

Você precisa se imaginar chupando ela agora. Já.

Se você tá a fim da sua amiga lésbica e começou a ficar meio neurótica, perdendo o sono e pensando nisso o tempo todo, vou te dar mais uma coisa pra pensar: em você tirando a roupa dela e metendo a cara no meio das pernas dela.

Eu sei que talvez você só queira beijar pra entender melhor o que está sentindo, mas… Vai por mim: se você não consegue se ver chupando ela e sente um nojo começando bem na base da sua espinha e subindo até a nuca só de imaginar sua língua encostando no clitóris dela… Você tá viajando. Talvez isso não seja mesmo pra você. Melhor ir numa baladinha qualquer, dar uns beijinhos e sossegar a periquita.

This is not a game, girl.

 

Espera um pouquinho.

Calma. Você não precisa matar essa sua curiosidade agora, aqui, já. Você não precisa falar com a sua amiga nesse instante pra que ela diga algo que possa te deixar um pouco menos louca surtada pensando nisso tudo. Melhor dar uma esperadinha.

Talvez tenha só batido uma brisa mais quente, o gênero fluiu, e tudo vai ficar bem se você esperar até amanhã – ou semana que vem – pra focar nessa sua missão de abordar sua amiga lésbica pra mostrar que tem interesse.

Nós somos rápidas. É melhor ouvir meu conselho.

 

Prepare-se para talvez perder essa amizade.

Do mesmo jeito que você reagiria caso aquele seu amigão de infância que você nunca pegaria se declarasse pra você ou tentasse te agarrar, é o jeito que ela pode agir também.

Se você beijarem e ficar um clima estranho, tudo pode ir por água abaixo. Se você se declarar total, ela pode decidir que talvez vocês precisem de um tempo longe uma da outra. Não quero te fazer surtar, mas sempre existe a chance de a amizade ser completamente estragada e precisamos ser realistas em relação a isso.

Sua conta em risco.

 

Mas se der tudo certo, vocês beijarem e for isso mesmo, uma coisa posso garantir: talvez você viva um dos momentos mais incríveis da sua vida!

Written by Bianka Carbonieri
Insta: @bsapatomica | 26 anos, taurina, mora em São Paulo. Workaholic assumida, estudante e Psicologia, é viciada em café e lasagna.