Artistas se reúnem em vídeo para pedir o fim da homofobia e da conivência com a violência.

Siga o blog no Instagram e no Twitter!

Homofobia é crime e quem cala consente. Esta é a ideia principal de um novo vídeo divulgado na internet para abrir os olhos do Brasil sobre o aumento assustador no número de casos de crimes motivados por intolerância à orientação sexual de pessoas LGBT. E a produção reúne nomes muito conhecidos para pedir o fim desse ódio contra a diversidade sexual.

Com concepção, texto e direção de Aloisio de Abreu e câmera, edição e finalização de Eduardo Llerena, “Homofobia é crime #1” tem participação de Cissa Guimarães (atriz), Fernanda Lima (apresentadora), Lucinha Araújo (presidente da Sociedade Viva Cazuza), Ricardo Waddington (diretor), delegada Marta Rocha (chefe da Polícia Civil do Rio), José Maurício Machline (criador do Prêmio da Música Brasileira), Marcelo Serrado (ator), Fred Tkotz (músico) e Beth Goulart (atriz).

Eles se reúnem em uma só tela para lembrar que a violência contra pessoas LGBT deve ser punida e ressaltam ainda que quem cala frente a essas agressões homofóbicas consente com esse tipo de ódio.

Confira o vídeo:

 

[hr]

Written by Bianka Carbonieri
Insta: @bsapatomica | 26 anos, taurina, mora em São Paulo. Workaholic assumida, estudante de Psicologia, é viciada em café e lasagna.