Lésbicas são presas na Tanzânia após vídeo do casamento ser publicado na internet.

Siga o blog no Instagram e no Twitter!

Duas mulheres lésbicas se casaram na Tanzânia. Elas fizeram uma festa, trocaram votos e alianças, e esse momento lindo foi compartilhado com milhares de pessoas na internet.

Só que o vídeo viralizou, autoridades locais do Leste Africano viram e elas foram presas!

As leis da Tanzânia fizem que ser gay “é contra a ordem da natureza” e que qualquer um que praticar pode ser condenado a prisão perpétua.

Milembe Selemani, 35, e Janeth Shonza, 25, foram levadas a corte de Mwanza após o casamento no final de Agosto. A advogado de acusação disse que ambas cometeram ofensa de lesbianismo, quebrando 138ª lei do código penal, o que dá no mínimo 30 anos de prisão.

Richard Fabian, 28, que filmou e publicou o vídeo na internet, o mestre de cerimônia e todos que estavam envolvidos também foram levados a julgamento como cúmplices.

Elas foram presas e podem tentar recorrer, mas com as leis do país em que vivem é possível que passem o resto da vida presas por simplesmente amar.

Written by Bianka Carbonieri
Insta: @bsapatomica | 26 anos, taurina, mora em São Paulo. Workaholic assumida, estudante de Psicologia, é viciada em café e lasagna.